07 Junho, 2017 8:04

Com apoio da Fapepi, edital do vestibular da UAPI será lançado na próxima semana

Nesta terça-feira (06), representantes da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), da Secretaria de Educação e da Fundação (Seduc) de Amparo à Pesquisa do Piauí (Fapepi) estiveram reunidos com o governador Wellington Dias para definir o cronograma para a implantação da Universidade Aberta do Piauí (UAPI).

No encontro ficou definido que o edital com vagas para os primeiros 61 municípios do estado a terem polos da UAPI será lançado no próximo dia 14 de junho, com previsão para outros 90 municípios recebam polos da universidade em janeiro de 2018.

De acordo com o governador Wellington Dias, esta ação garantirá que todos as cidades piauienses tenham acesso ao ensino superior, incluindo os polos de universidades públicas e particulares.

“Nós estamos trabalhando um programa ousado de levar ensino superior para todo o Piauí, aqui acabamos de aprovar a chegada a 61 municípios a partir do vestibular que iremos fazer agora nesse mês de agosto e ter já a autorização para os outros 90 municípios que faltam. Com isso, nós vamos chegar aos 224 com educação de ensino superior, com a UESPI, com a UFPI, com o IFPI, com as faculdades em polos presencias e outros com mediação tecnológica”, afirmou o governador Wellington Dias.

O decreto de criação da UAPI estabelece as competências de cada uma das instituições participantes. Assim, a Fapepi é responsável por realizar o pagamento das bolsas aos professores e coordenadores municipais destes cursos, com recursos do tesouro estadual, a UESPI se responsabiliza pela realização dos cursos e a Seduc pela manutenção da infraestrutura necessária.  

Segundo o presidente da Fapepi, Francisco Guedes, a criação da Universidade Aberta do Piauí faz parte da proposta do Governo do Piauí de universalizar o ensino superior no estado. Guedes ainda destacou que ficará a cargo da Fapepi a gestão das bolsas para os professores e monitores da universidade.

“Esta é uma parceria determinada pelo governador, entre a Fapepi e Uespi para que a gente possa ter o ensino superior em todos os munícipios do Piauí, a Universidade Aberta do Brasil já tem 80 polos  e o governador criou a Universidade Aberta do Piauí e vamos abrir um edital para vestibular para mais 60 municípios e no final do ano para mais 90 municípios para que a gente conclua a universalização do ensino superior em todos o municípios do Piauí e a Fapepi vai fazer a gestão das bolsas para os professores e para os monitores”, afirmou.

Inicialmente, a Universidade Aberta do Piauí irá ofertar os cursos de Administração, com vestibulares a cada semestre.